Bambu e seus benefícios

imagem-5

Vamos começar pelo o que a maioria não sabe; Bambu absorve altos níveis de carbono, é uma gramínea e é antibacteriano! Se reproduz com uma grande facilidade sem precisar ser replantada.

Atuei no ramo escoteiro por três anos e na nossa sede tem uma pequena plantação de bambu que usamos muito para fazer pioneirias, mas não sabia o quão bom é este material. A maior parte de sua utilização é direcionada para móveis e edificações (principalmente quando a sua intenção é para criar edifícios mais resistentes aos terremotos).

Os estudiosos só ainda não chegaram a um consenso quanto ao número exato de espécies, no entanto sabe-se que é em torno de 1250, sub-distribuídas em 90 gêneros pois o sucesso reprodutivo de qualquer espécie de bambu vai depender da afinidade entre espécie e local de cultivo e clima.

tipos-de-bambu

Inicialmente os bambus eram muito usados pelo povo oriental, mas a nossa realidade atual e a necessidade de usar materiais alternativos mudou este fato.

Assim é com estas paredes do estacionamento do Zoológico de Leipzig na Alemanha(um dos parques populares de la), inaugurado em 2004.

A escolha do material não foi só por causa  do seu aspecto econômico, mas como uma analogia ao mundo exótico do zoológico. Além de que acabou por instigar a curiosidade das pessoas que passam por perto com as suas belas formas.

bambu_madeira_galeria01

O bambu ficou tão popular que é usado em decorações, elementos estruturais, móveis, objetos e afins.

7fd96b9f6c36928035217599eaf2329b

Fachada da loja Tetum, em Belo Horizonte.

ambiente bambu

Ambiente da piscina, projetado por Luciana Noda Fleury, Priscila França, Luiz Antônio Poggi e Mário Ventura

e5a35c0685a156479694427a85273895

Casa de fazenda feita pelo  arquiteto Luiz Junqueira.

ac780913b2738baf70072cf9fbdc84f3

Casa na árvore em Bali.

 

 

Reprojetando suas malas de viagem

images (3) Pensando em espaço para guardar as coisas de um viajante, a mala Fugu Luggage, ou abrasileirando, mala Baiacu, disponibiliza algumas alternativas. “O diferencial do acessório é a capacidade de expansão de sua estrutura: uma bomba acoplada ao interior da mala infla ar pelas paredes e faz com que os 22 centímetros de altura rapidamente se transformem em 70 centímetros.” fugu-luggage-002-1500x1000 FUGU-LUGGAGE-smart-travel-bag-travel-gear-best-suitcase-revolutionary-suitcase-transforms-from-carry-on-to-full-size-luggage-act-as-a-closet-a-table-and-more.jpg.pagespeed.ce.XneQrroIRn Foi pensado em pessoas que tem o costume de fazer comprar em suas viagens ou viajam justamente para isto. Além do mais, a sua resistência é incrivelmente alta, sento testada até com o peso de um carro. f5a8e2805f01e683ea5aa976ff351a1b_large “Os desenvolvedores trabalharam um ano no protótipo e lançaram o produto por meio de uma campanha no site de financiamento coletivo Kickstarter. O dinheiro vai ajudar a terminar o desenvolvimento do produto e financiar a primeira rodada de produção. A mala já bateu a meta inicial de US$ 50 mil e já conseguiu arrecadar US$ 267 mil de 966 pessoas. Durante a campanha, a mala pode ser comprada por US$ 219.” A mala “baiacu” vem também com um porta notebook, prateleiras e cabides. Além de ser a prova d’água.

http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,mala-estufa-e-aumenta-de-tamanho-para-guardar-as-compras-durante-as-viagens,5140,0.htm http://www.tecmundo.com.br/invencao/66343-fugu-luggage-mala-paredes-ar-guarda-roupas-portatil.htm

Design até os ossos.

Jake Evill , um graduado da escola de Arquitetura e Design na Victoria University of Wellington, na Nova Zelândia criou uma nova maneira com fibra de vidro de cuidar de fraturas ao invés do gesso, eliminando a coceira, o cheiro ruim, possibilitando a limpeza do local e que pode ser reciclado.

Evill chamou-a de Cortex.

11 22 33

“Um paciente teria os ossos radiografados e o exterior do membro digitalizada-3D. O software de computador, então, determinar a forma sob medida ideal, com o apoio mais denso centrada em torno da própria fratura.”

(http://www.dezeen.com/2013/06/28/cortex-3d-printed-cast-for-bone-fractures-jake-evill/)